“E com as cores do vento…

Posted on setembro 19, 2010

4


colorir…”

Ahh quem não se lembra desses versos do desenho primoroso da Disney “Pocahontas”? Pois é pensadores, hoje é domingo, portanto, nada de política! Tenho falado muito sobre isso e está ficando chato. Aliás, o assunto é chato e me deixa irritada. Mas enfim, o assunto de hoje? Cores.

Vou partir de um post que minha amiga Thatsk, do Simplesmente Feminina fez, sobre instrumentos de desenho e pintura (vulgo, os perfeitos lápis e hidrocores *-*), que seria este: Rainbow! “colour it free!”

Para lembrarmos a importância das cores, pense em um filme numa televisão em preto-e-branco. Pensou? Ruim né? Agora pense no mundo em preto-e-branco. Imagine quão triste iria ser as árvores cinzas, o mar branco (ou preto…), o céu sem seu azul característico, o sol sem cor, flores descoloridas…

Concordo que as cidades urbanas tenham quase esse efeito, de deixar as coisas poluídas e cinzas de fumaça e de edifícios arranha-céus e que se não cuidarmos, caminharemos para esse efeito em totalidade. Mas ainda há partes do mundo, ou até mesmo da cidade, que te lembram como é lindo observar o pôr-do-sol ou um arco-íris, desenhando o céu com cores exuberantes.

 

Na praia de Icaraí, Niterói.

Na praia de Icaraí, Niterói.

 

Viram? Achei essa imagem linda quando a vi, tive que tirar uma foto. Mesmo a praia sendo ruinzinha, as cores ainda dão seu jeito de se mostrarem imponentes.

Cores fazem parte das pessoas. De seus temperamentos, personalidade, sonhos… Coleciono lápis de cor, hidrocores, lápis pastel, lápis de cera… Tudo que possa significar cor! E, apesar de ter passado por um momento “preto e branco” da minha vida, voltei de vez a usar roupas coloridas e a combiná-las com meu humor. Como Thaís disse, muito bem no post dela: “eu não conseguiria viver em um mundo preto-e-branco ou em tons de sépia.” E é totalmente verdade.

Estamos chegando na primavera, a estação das cores, a estação da beleza das flores. (rimou, ih! *-* aeuhae) E imagine, tudo preto e branco?! DD: Que horror…

 

Ambas de Curitiba. Jardim Botânico e Parque Tanguá, respectivamente.

Ambas de Curitiba. Jardim Botânico e Parque Tanguá, respectivamente.

 

Linda a beleza colorida das flores, não? Me sinto imensamente feliz quando vejo essas fotos. Mais feliz é saber que vi ao vivo. Não tem coisa mais linda (a não ser um pôr do sol *-*) do que amores-perfeitos e flores de cerejeira, bem tratados e em seus devidos lugares. E o contraste dos tons de vermelho e roxo em contraste com o branco e a grama verdinha ou o rosa colorindo o céu nublado… São imagens como essas que embelezam o mundo.

“Se por acaso alguma nuvem encobrir teu céu, eu vou buscar num arco-íris aquarela e pincel…”

Nunca se esqueçam da importância das cores na vida. Nesse mundo cinzento, nessa vida chata, as cores se tornam essenciais (pelo menos pra mim) para dar alegria, prazer de viver só por ter uma visão linda daquelas e pra tornar cada dia único. Porque as cores de cada momento são únicas. Um pôr-do-sol nunca é igual ao outro.

Lembre-se sempre de procurar as cores, mesmo se estiver tendo um dia cinzento. Elas vão colorir sua alma. ;D

 

Da varanda de casa.

Da varanda de casa.

 

Boa semana pra vocês :*

Ps: Todas as fotos foram tiradas por mim, do celular. Nenhuma sofreu edição. As localidades de cada uma estão nas legendas. ;D

Ps2: Não, eu não estou dizendo pra vocês saírem por aí vestidos de restart. Não façam isso. Minha vista agradece. ^^

Anúncios