Sylvester Stallone: insultos verdadeiros?

Posted on julho 29, 2010

7


Okay, então ele é um ridículo babaca que se acha no direito de falar mal do Brasil.

Mas, será que ele não está correto no que falou? Claro que foi falta de respeito, mas se pensarmos bem,  colocarmos a mão na consciência, não foi nada alarmante o que ele disse, apenas a verdade.

O problema é que convivemos com os defeitos gritantes brasileiros todos os dias, então para nós eles não passam de normalidades. Hoje mesmo passando pela linha amarela, no Rio, vi uns tapumes, tentando cobrindo a favela em volta. Acontece que “esconder” o problema, não vai fazer ele desaparecer, pelo contrário, ele só vai ficar mais e mais grave. Mas é isso que o governo brasileiro sabe fazer de melhor não é? Tapar o sol com a peneira. As cotas, escondem um ensino público falho; os tapumes, escondem as favelas; o bolsa-família, tapeia a miséria; a aprovação automática, outra alternativa para contornar o mau ensino; o voto obrigatório, esconde o medo dos políticos corruptos de não receberem voto algum… Como dizia Lulu Santos: “Assim caminha a humanidade o brasil, com passos de formiga e sem vontade.”

Muitos brasileiros caem aos pés dos americanos, sem eles precisarem fazer nada para isso. Puxam saco sim! Nem adianta dizer que não. Muitos artistas ingleses, americanos, etc, em fim de carreira vem ao Brasil apenas para ganhar dinheiro com shows, que sabem que os brasileiros pagam, e pagam bem!

A maioria dos americanos e ingleses e etc. não dão a mínima para os estrangeiros no país deles, tratam como cachorros. Mas não é como a maioria de nós age perante eles? Como cachorrinhos? Esse é o preço que pagamos por ser tão cordiais e simpáticos. Recebemos críticas e insultos, sendo jogados na nossa cara. Podemos pensar “Ele é um babaca”. É sim! Mas vocês acham que ele liga? Não, para ele não faz diferença. E aposto que ainda vai ter um monte de gente depois do que ele disse, indo assistir o filme dele.

Então ele fala do uniforme do B.O.P.E. “Os policiais de lá usam camisetas com uma caveira, duas armas e uma adaga cravada no centro. Já imaginou se os policiais de Los Angeles usassem isso? Já mostra o quão problemático é aquele lugar.”

Sim, o Brasil é problemático. Alguém nega isso? Eu acho que não dá pra negar. A única coisa que ele fez, foi esfregar na nossa cara o que vemos todos os dias, mas não enxergamos. Achamos tão natural ter um policial vestido de morte, que não ligamos. E na nossa cabeça, ainda estamos protegidos com “as dona-mortes” por perto. E se esse policial tem um problema psicológico? Quem leva na cabeça, literalmente, são os cidadãos que estavam por perto. Então, não pessoal, não é tão seguro assim andar com um policial na calçada ao lado. É só mais uma alternativa que o governo achou para enganar o problema da insegurança e da violência.

Mas se quer policiais de Los Angeles; se não quer enfrentar com delicadeza e educação os problemas de outro país e se quer conforto e um macaco, então deveria ter ficado em casa e se contentado consigo mesmo, que é uma espécie evoluída (ou não) de um primata.

E vou dizer mais: Rocky e Rambo são duas mer*as de sequências mentirosas, violentas e ridículas, “estreladas” por uma pessoa mais ridícula ainda e sem talento algum. Faça um filme que preste, se dê ao respeito, viva no Brasil e aí sim, vai ter direito de falar alguma coisa do país em que agora não é mais nem bem vindo. Ah sim, e mantenha a língua dentro da boca. Isso evita de falar mais idiotisse e indelicadezas, senhor babacallone.

Zip it!

Anúncios