A maldade do ser humano

Posted on junho 24, 2010

1


Olá pensadores.

Bom, hoje eu recebi um e-mail, contando um caso que aconteceu em vitória, sobre um homem, que no dia 15/05/10, procurava um orelhão e só encontrou um em uma praça. Eis que chega perto desse orelhão, um homem de muletas que pediu ajuda para anotar um número, forneceu papel e caneta. Acontece que depois de alguns segundos, o homem que anotava, começou a se sentir mal. Ele imediatamente foi a um hospital. Quando chegou lá, o médico disse que foi uma reação a uma droga que o fez ficar assim, a droga Escopolamina.Também utilizada no Buscopan. Disse também que até 30 segundos em contato, não há graves consequências, mas que por mais tempo pode deixar a pessoa desligada do mundo por até 8 dias.

Agora atenção. Estão traficando órgãos com a ajuda dessa droga. O médico em questão, do hospital da clínicas em Vitória (Raul Passamani) falou dos mortos que são encontrados sem órgãos e com restos dessa droga nos dedos. Ela provém da América do Sul e é usada por criminosos. Atua em 2 minutos, faz parar a atividade cerebral e com isso, os criminosos fazem o que querem com a vítima: roubos, abusos, etc. E, se sobreviver, a vítima não se lembrará de nada. Em doses maiores, pode fazer a vítima entrar em coma e morrer.

Agora a parte maldosa. Ela pode ser usada em livros, dinheiro, doces, canetas… Qualquer coisa inocente que possa entrar em contato com a pele.

E eu me pergunto: Tudo isso por dinheiro? Tirar a vida de várias pessoas para pegar órgãos e vender? Quão maldosa e ruim é a mente do ser humano para agir desse modo, tão sujo, sabendo que tocamos em várias coisas durante o dia? Desse jeito, viver com medo de tocar nas pessoas, de ajudar quem realmente precisa, de tocar até mesmo em uma simples caneta e questionar qualquer honestidade se torna explicável. Mas quem é que quer viver mal assim? Quando eu penso que o ser humano não pode tirar mais nada da pouca esperança que tenho quanto a um mundo melhor, ele prova que consegue.

Cuidado com esses panacas maldosos.

Anúncios