Indignação dominical nº1

Posted on maio 24, 2010

3


Bom pensadores, hoje foi um dia de muitas indignações pra minha pessoa. Sempre que acordo de manhã duas da tarde leio o jornal tomando nescau. E de vez em quando eu me deparo com coisas que me fazem engasgar de tão indignada que eu fico. Hoje foram 3. Apresento agora a nº1.

Na capa do “O Globo” de hoje, li que o MEC estaria considerando proibir as reprovações nas 3 primeiras séries do fundamental. Sabe o que eu acho disso? Ridículo!!! Se hoje em dia que há reprovação aham, senta lá tem um grande número de alunos que chegam ao 3º ano, sem saber ler nem escrever, imaginem se proibir as reprovações? Ao invés do governo investir na educação séria, com professores bem capacitados (com remuneração adequada) e com espaços escolares convidativos, não, eles contribuem para que o ensino brasileiro de qualidade seja apenas elitizado e não enjoam de roubar o dinheiro que deveria ser para o ensino.

Acontece que o bom ensino não atinge a esmagadora maioria que deveria. Daí, surgem as cotas raciais e de escolas públicas para o ingresso na faculdade. Outro erro. Não adianta tentar corrigir na boca do ensino superior o que deveria ter sido corrigido na alfabetização. Além de o sistema de cotas ser preconceituoso, é inútil. Não senhores governantes, o sistema não estimula o estudante de escola pública a continuar sua vida estudantil com esforço. Apenas faz com que ele relaxe e ache que vai conseguir passar de qualquer maneira. Além de fazer com que os estudantes negros se sintam incapacitados de concorrer com os demais. Vocês acham isso justo? Eu acho que não. Acho que todos nós temos a mesma capacidade, que igualdade e respeito é bom e eu gosto. Já vi na televisão casos de meninos de rua que hoje são profissionais super bem sucedidos, pois se esforçaram por conta própria, em um Brasil que ainda não tinha cotas nem aprovação automática.

Só que, como para todo ‘bom’ político, um eleitor estúpido e alienado é melhor do que um inteligente e questionador, não posso fazer muita coisa, além de mostrar minha indignação com esse país que de vez em quando, chega a ser ridículo, como seus representantes. E tento me indignar, em plena época de patriotismo brasileiro, perto da copa do mundo. Acorda Brasil! O dunga já deixou de usar craque, e vocês?

– Filme recomendado:

Escritores da liberdade: A história da Professora G. e seus alunos rotulados como delinquentes e desprovidos de inteligência. No meio da violência, desigualdade e desprestígio, a professora lança o olhar para as experiências dos jovens, motivando-os a ler e escrever sobre suas vidas. Da escrita emergem valores como solidariedade e tolerância, um tanto quanto esquecidos pela direção da escola. É um filme que mergulha em várias questões sociais e educacionais, mostrando as imperfeições do sistema de educação, bem como a luta de uma professora por uma causa quase morta: A melhoria da educação em todos os níveis sociais.

Anúncios