Crueldade

Posted on abril 25, 2010

8


O Deputado Edson Portilho, do Rio Grande do Sul, teve a desventura de criar um projeto de lei que permite que os animais sejam torturados e sacrificados em rituais religiosos.
O parlamentar, sabendo que os protetores dos animais se manifestariam, fez a seguinte trama: marcou a apresentação para votação da lei num dia de julho, mas fez um chamado urgente e marcou a reunião às pressas, mais cedo. Os únicos avisados foram os demais deputados. Ou seja: não havia defesa.
Os animais não tiveram oportunidade de ter pessoas que os representassem. Quem poderia responder por eles? E aconteceu o que mais temíamos: houve 32 votos contra os animais e apenas 2 a favor. Os animais agora poderão ter olhos e dentes arrancados e cortados em vários pedaços para fazer o tal Banho de Sangue. Os animais que não servem mais para o ritual são mortos a sangue frio, conscientes e sem qualquer anestesia.
Por isso, vamos garantir que o deputado nunca mais consiga se reeleger. Divulgue, para que Edson Portilho não se eleja para mais nenhum tipo de cargo.

Acho isso ridículo, ele devia usar o próprio corpo pra esses rituais (afinal, ele também é um animal. A dúvida é se ele é racional ou não… Acho que não.) , será que ele ia gostar de alguém torturando ele até matar? Aposto que não. Então que não faça isso com os animais.

Ajudem a Lei de Proteção Animal, que contraria essa lei imbecil aprovada:

http://www.leideprotecaoanimal.com.br/

É só preencher o formulário e não precisa colocar o telefone. Ajude, em menos de 2 minutos você faz isso. ;)

Filme recomendado:

– Hachiko; Sempre ao seu lado: Um professor universitário encontra o na estação de trem e leva o cachorro abandonado para sua casa e eles formam uma amizade muito forte. Todos os dias o cachorro Hachiko acompanha o seu dono até à estação de trem, que o leva até à universidade, e o cachorro volta para a estação na hora exata em que o professor volta para casa. Um dia, o professor, repentinamente, morre durante a aula. O cachorro continua indo à estação de trem todos os dias à procura de seu dono, por 10 anos. Durante a espera pelo dono, que nunca voltará, Hachiko toca o coração de todos que passam por perto por ficar sempre o mesmo lugar esperando seu dono com a sua paixão, fidelidade e amizade ao dono. Baseado em uma história real.

Anúncios